Área Restrita Home do CIFA Adicionar esta página aos Favoritos Deixe aqui a sua mensagem para entrar em contato conosco  E-mail

Buscar no site: 
 
 
HOSPITAL DE CARIDADE SANT’ANA - HCSA

Rua Antônio Morais Viegas, n° 133
95870-000 - Bom Retiro do Sul - RS
Fone: 0XX51-3766.1244 / Fone/Fax: 0XX51-3766.1276

  Sobre | Valores | Histórico | Ecografia | Responsabilidade Social e Ambiental | Indicadores | Nascimentos
   
Sobre
 
   
O Hospital de Caridade Sant’Ana está localizado à rua Antônio Moraes Viegas, 133 – bairro Centro, na cidade de Bom Retiro do Sul – RS, na região do vale do rio Taquari, a 110 Km de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul e há 28 Km da cidade de Lajeado, sede da 16ª Coordenadoria Regional da Saúde. Possui 5.085,12m2 de área construída.

A população do município de Bom Retiro do Sul é constituída de, aproximadamente, 11.700 habitantes. As maiores fontes de renda estão nas fábricas de calçados, embora também existam outras indústrias e um regular comércio de produtos básicos para vida da população. O setor primário tem se destacado na economia do Município nos últimos anos. O nível sócio-cultural da população é regular, mas vem crescendo gradativamente.
  Voltar para o topo
   
Identificação: Negócio, Missão, Visão e Valores
 

O Hospital de Caridade Sant’Ana – HCSA se identifica assumindo como: 

- NEGÓCIO: Saúde com cuidado humanizado.

- MISSÃO: Promover e desenvolver ações de saúde à população da Região, através de atendimento personalizado, fazendo do Hospital em centro de cuidado humanizado.

- VISÃO: Ser reconhecido como Hospital de referência em humanização na Região do Vale do Taquari.

- VALORES: Satisfação dos pacientes; qualidade em tudo que faz; acolhimento carinhoso; compromisso e envolvimento dos recursos humanos e comportamento ético.

  Voltar para o topo
   
Histórico
 
A ideia de construir um hospital em Bom Retiro do Sul nasceu por volta de 1938, quando alguns líderes da comunidade conversavam informalmente sobre uma das necessidades básicas da população: a saúde. 

A feliz ideia foi amadurecendo aos poucos, até que em 1940 criou-se a Sociedade Pró-construção, com o objetivo de arrecadar fundos para construir um hospital. A obra teve início em 1946. Quatro anos depois, no dia 29 de outubro de 1950, o Hospital foi solenemente inaugurado, entrando de imediato em funcionamento, sob a responsabilidade do Dr. Ângelo Ribeiro Pivatto, primeiro médico do Hospital. 

Depois de 12 anos, em janeiro de 1962, a convite da direção, as Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida, de Porto Alegre, assumiram a administração do Hospital, conferindo-lhe nova identidade. 

Em janeiro de 1963, o Hospital foi doado à Associação Cruzeiras de São Francisco que o assumiu como mantenedora. A partir dessa data adquiriu nova personalidade jurídica, passando por diversas reformas, remanejamentos, ampliações, sendo mais expressivas as que ocorreram na década de 80, dentre as quais se destaca o novo pavilhão localizado à rua Jorge Fett. Em junho de 1999 foi inaugurado o Centro Clínico, ligado ao Hospital, no qual estão localizados os consultórios médicos, a clínica fisioterapêutica, o laboratório de análises clínicas e a farmácia externa. No ano de 2001 foi concluída a restauração, ampliação e reorganização do Ambulatório com a instalação de um novo aparelho de RX. (BAVARESCO, 2000)
  Voltar para o topo
   
Indicadores
 
  • Leitos...........................................

50

  • Funcionários................................

36

  • Irmãs............................................

09

  • Médicos.......................................

15

  • Média de ocupação.....................

30,75%

  • Média de permanência................

05 dias

  • Internações/mês..........................

97

  • Internações SUS...........................

64%

  • Cirurgias/mês...............................

14

  • Nascimentos/mês........................

10

  • Índice de satisfação do cliente...................................

94%

  • Índice de treinamento/funcionário mês 
  • (em horas)...

2,30

  • Atendimentos Ambulatoriais/mês ......................

2726

As Religiosas que atuam no Hospital pertencem à Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida – CIFA, nome religioso da Associação Cruzeiras de São Francisco. Atualmente, a fraternidade é constituída de cinco Irmãs, a maioria delas atua no Hospital, assumindo as lideranças dos principais serviços: funções administrativas, chefia de enfermagem, técnicas de Raios X, nutricionista e serviço de Pastoral da Saúde. 

O Corpo Clínico do HCSA é constituído de 06 médicos que residem em Bom Retiro do Sul, onde o hospital está localizado. A Instituição ainda conta com 04 médicos plantonistas e 05 médicos especialistas que residem em cidades vizinhas. 

Esse grupo de médicos respondem pelas seguintes especialidades: clínica geral, anestesiologia, pediatria, ginecologia e obstetrícia, dermatologia e gastroentereologia.

  Voltar para o topo

 

Ecografia

O serviço de Ecografia iniciará no dia 04/09 do ano em curso e será oferecido às quartas-feiras, a partir das 17h30min.

O agendamento deve ser feito na Recepção do Hospital ou pelos fones 37661244/37661276.

O Hospital atenderá, inicialmente, os convênios: Amigo do Hospital, Secretaria da Saúde (Bom Retiro do Sul e Fazenda Vilanova), Sindicato Calçadista, Sindicato Alimentação e Associação dos Funcionários Públicos. A Instituição está em fase de credenciamento do serviço com
a Unimed e IPE.
 

 
Projetos de Responsabilidade Social e Ambiental

 

O HCSA desenvolve seis projetos de Responsabilidade Social e Ambiental, em resposta a necessidades percebidas na comunidade. 

Em síntese, os Projetos (dados de 2009) assim se desenvolvem: 

   

1. Projetos de Responsabilidade Social:
 
1.1 PREPARAÇÃO DE GESTANTES 

Objetivo Geral:
Preparar gestantes para o parto normal e bebês saudáveis. 

Público Alvo:
Gestantes, mães, familiares e agentes de saúde 

Ações realizadas no Projeto (atividades):
Encontros mensais onde as gestantes recebem orientações, tais como:
Vantagens e desvantagens no parto normal e no parto cesário
Cuidados no pré-natal
Importância das vacinas
Prevenção de desidratação
Alimentação equilibrada 

Total de pessoas beneficiadas:
390 pessoas
Total de atendimentos (quantas vezes estas pessoas foram atendidas no ano):
1.296 atendimentos 

1.2 VISITAS DOMICILIARES

Objetivo Geral:
Orientar, confortar e prestar atendimento às pessoas doentes, idosas e deficientes a domicílio, evitando as internações hospitalares. 

Público alvo:
Pessoas doentes, idosas e deficientes físicos. 

Ações realizadas no Projeto (atividades):
Reuniões mensais de formação de Agentes
Visitas semanais a cada paciente a domicílio
Celebração natalina
Distribuição de donativos aos necessitados 

Total de pessoas beneficiadas:
835 pessoas 

Total de atendimentos:
1.623 atendimentos 

1.3 ASSISTÊNCIA DOMICILIAR

Objetivo Geral:
Auxiliar as famílias sem condições financeiras a atenderem seus familiares em dependência física permanente ou em recuperação da saúde em seu domicílio. 

Público alvo:
Pacientes que obtiveram alta hospitalar: idosos, deficientes físicos, doentes crônicos. 

Ações realizadas no Projeto (atividades):
Empréstimo do material hospitalar (cama, cadeira-de-rodas, muletas, etc)
Manutenção do material
Atendimento domiciliar 

Total de pessoas beneficiadas:
57 pessoas 

Total de atendimentos (quantas vezes estas pessoas foram atendidas no ano):
361 atendimentos 

1.4 AÇÕES SOLIDÁRIAS 

Objetivo Geral:

Orientar e ajudar famílias para atender devidamente seus idosos, melhorando sua qualidade de vida. 

Público alvo:
Pessoas da 3ª idade que necessitam de apoio humano psicológico e espiritual. 

Ações realizadas no Projeto (atividades):
Encontros semanais com senhoras da 3ª idade
Confecção de artesanatos
Feira de artesanatos
Visita aos pacientes internados no Hospital.

Total de pessoas beneficiadas:
30 pessoas 

Total de atendimentos:
515 atendimentos

2. Responsabilidade Ambiental: 

2.1 HORTA ORGÂNICA 

Objetivo Geral:
Estimular a utilização cotidiana de alimentação saudável, através do cultivo de hortaliças.
Promover o cultivo e a utilização de plantas medicinais.

Público alvo:
Entidades Sociais, horticultores, pacientes e colaboradores do Hospital 

Ações realizadas no Projeto (atividades):
Preparação do adubo orgânico
Preparação do terreno com adubo orgânico
Plantio de legumes e verduras
Colheita e distribuição dos produtos
Preparação dos alimentos
Orientações para os horticultores
Orientações sobre ervas medicinais

2.2 RECICLAGEM DO LIXO 

Objetivo Geral:
Promover a preservação do meio ambiente através da reciclagem do lixo. 

Público Alvo:
Colaboradores do Hospital e parte da comunidade local. 

A
ções realizadas:
Cartazes de conscientização localizados em lugares estratégicos
Encontros de formação para os colaboradores e grupos da comunidade local
Contato com Empresas e Escolas
Controle mensal da quantidade de lixo selecionado e reciclado.

Voltar para o topo

Nascimentos

- Nascidos (as) em Dezembro de 2010

- Nascidos (as) em Janeiro de 2011

- Nascidos (as) em Fevereiro de 2011

- Nascidos (as) em Março de 2011

- Nascidos (as) em Abril de 2011


- Nascidos (as) em Maio de 2011

- Nascidos (as) em Junho de 2011

                                                                        

        

 

NASCIMENTOS

JULHO/2015





MAIO/2015





ABRIL/2015



FEVEREIRO/2015





JANEIRO/2015



DEZEMBRO/2014



NOVEMBRO/2014







OUTUBRO/2014













SETEMBRO/2014





JULHO/2014









JUNHO/2014







MAIO/2014











ABRIL/2014







MARÇO/2014









FEVEREIRO/2014









JANEIRO/2014











DEZEMBRO/2013











NOVEMBRO/2013

























OUTUBRO/2013















SETEMBRO/2013





AGOSTO/2013













JULHO/2013





















JUNHO/2013



















MAIO/2013



















ABRIL/2013
























MARÇO/2013

























FEVEREIRO/2013
























JANEIRO/2013























DEZEMBRO/2012













NOVEMBRO/2012












 


OUTUBRO/2012

















SETEMBRO/2012

















AGOSTO/2012































JULHO/2012























JUNHO/2012

















MAIO/2012



























ABRIL/2012





















MARÇO/2012



















FEVEREIRO/2012



















JANEIRO/2012



















DEZEMBRO/2011
















NOVEMBRO/2011















OUTUBRO/2011



















SETEMBRO/2011





















AGOSTO/2011













JULHO/2011





























PARA VER OUTROS MESES CLIQUE ABAIXO:

JUNHO/2011

MAIO/2011

ABRIL/2011

MARÇO/2011

FEVEREIRO/2011

JANEIRO/2011

DEZEMBRO/2010



Encontro das Junioristas RSEncontro das Junioristas RS
Boletim Irmão SolBoletim Irmão Sol
Nota de apoio aos Guarani e KaiowaNota de apoio aos Guarani e Kaiowa
Celebração do dom da vida – Ir. IrieteCelebração do dom da vida – Ir. Iriete
Almoço Beneficente - HCSAAlmoço Beneficente - HCSA
Betânia Imaculada ConceiçãoBetânia Imaculada Conceição
Encontro das Junioristas RSEncontro das Junioristas RS
Questão indígena no MSQuestão indígena no MS
Sugestões de FilmesSugestões de Filmes
ASSOCIAÇÃO CRUZEIRAS DE SÃO FRANCISCO
End: Rua Tomaz Edson, nº 75 - Bairro Santo Antônio - Porto Alegre - RS
CEP: 90640-100 - Caixa Postal 2407 (90001-970)
Fone 51 3223.4114
E-mail: cifacomunica@cifa.org.br
 
642-902 70-672 98-361 98-367 70-410 70-461 70-462 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 70-243 70-346 70-486 70-347 70-480 70-483 70-414 70-466 100-101 640-554 70-331 MB2-701 70-467 350-001 700-505 640-911 70-489 700-501 70-458 70-341 70-464 70-680 74-335 350-018 70-687 70-457 70-465 MB6-700 70-413 350-029 820-421 70-342 70-460 74-338 MB6-871 200-101 70-484 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 70-243 70-346 70-486 70-347 70-480 70-483 70-414 70-466 100-101 640-554 70-331 MB2-701 70-467 350-001 700-505 640-911 70-489 700-501 70-458 70-341 70-464 70-680 74-335 350-018 70-687 70-457 70-465 MB6-700 70-413 350-029 820-421 70-342 70-460 74-338 MB6-871 200-101 70-484 400-051 70-246 70-496 74-343 MB7-702 70-685 98-349 70-247 70-332 300-206 640-461 642-813 70-336 300-207 70-459 98-365 MB6-869 JN0-332 MB7-700 PC0-001 PMI-SP 70-461 70-462 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 C_TADM51_731 70-346 70-486 70-347 70-480 70-483 70-412 70-463
cheap football jerseys classic football shirts cheap football shirts cheap football shirts cheap football kits Cheap England football shirts Cheap football shirts Cheap Ligue 1 football shirts Cheap Serie A football shirts Cheap La Liga football shirts Cheap football shirts Cheap football tops 70-243 test 70-414 test 70-466 test 70-331 test rolex wall clocks rolex clocks rolex wall clock rolex wall clock sale rolex wall clock rolex wall clocks MB2-703 dumps 70-411 dumps mb5-705 dumps 70-346 dumps 70-486 dumps 70-347 dumps windows 7 windows 7 key cheap windows 7 key windows 8 windows 8 key cheap windows 8 key buy windows 7 buy windows 10 where to buy windows 7 microsoft windows microsoft office MB6-700 OG0-093 646-206 EX0-001 70-413 buy windows 8 buy windows 7 office 2010 microsoft office 2013 windows xp Cheap football shirts Cheap France football shirts Cheap Germany football shirts Cheap Spain football shirts Cheap Italy football shirts Cheap football shirts rolex wall clock sale rolex wall clock rolex wall clock rolex wall clock Cheap football shirts Cheap football shirts
70-410 70-461 70-462 200-120 70-488 MB2-703 70-411 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 100-101 350-029 70-646 br0-001 sy0-201 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 70-243 70-346 70-486 70-347 70-480 70-483 70-414 70-466 100-101 640-554 70-331 MB2-701 70-467 350-001 700-505 640-911 70-489 700-501 70-458 70-341 70-464 70-680 74-335 350-018 70-687 70-457 70-465 MB6-700 70-413 350-029 820-421 70-342 70-460 74-338 MB6-871 200-101 70-484 400-051 70-246 70-496 74-343 MB7-702 70-685 98-349 70-247 70-332 300-206

Î÷°²¿µ½Üñ²ðﲡҽԺ Î÷°²ñ²ðﲡҽԺ Î÷°²ñ²ðﲡҽԺ À¼ÖÝñ²ðﲡҽԺ À¼ÖÝñ²ðﲡҽԺ À¥Ã÷ñ²ðﲡҽԺ ½¡¿µÒ½Ôº ñ²ðﲡÈËÄÜÓÃÕë¾ÄÖÐÒ½ÖÎÁÆÂð ¼ÃÄÏÖÎÁÆÑòñ²·è ÈçºÎ»¤ÀíÄÔÍâÉËñ²ðﲡ·¢×÷ ÖÎÁÆñ²ðï×îºÃµÄÒ©ÎïÊÇʲôҩ ñ²ðﲡ»áÒÅ´«¸øº¢×Ó ñ²ðﲡÄÔµçͼ¼ì²é½á¹û ¸ùÖÎñ²ðﲡ·½·¨ÊÇÔõÑùµÄ ÄÔÍâÉËñ²ðﲡ×î¼ÑÖÎÁÆÊֶΠ˯ÃßÐÔñ²ðïÄÄÀïÄÜÖÎÓú ÖÎÁÆñ²ðﲡ¶àÉÙÇ® ñ²ðïС·¢×÷Ôõô¼±¾È ñ²ðï´ó·¢×÷µÄÖ¢×´±íÏÖÊÇʲô ½á³¦°©ÖÐÆÚÄÜ»î¶à¾Ã θ°©¶à¾ÃµÄDZ·üÆÚ ·Î°©µÄ·¢²¡Ç±·üÆÚ ÉϺ£¿´µÄºÃ°©Ö¢Ò½Ôº ÖÐÍíÆڸΰ©ÈçºÎÖÎÁƺà ±±¾©ÄļÒÖÎÁÆÖ×ÁöÒ½ÔººÃ θ°©µÄÖÎÁÆÒ½ÔºÔõôÑù ±±¾©·Î°©×îºÃЧ¹ûÊÇÄļÒÒ½Ôº ±±¾©Ê³µÀ°©Ñо¿ÖÐÒ½Ôº רҵÖÎÁÆθ°©µÄÒ½Ôº »¼ÁËθ°©ÍíÆÚ°©Í´Ôõô ½á³¦°©ÍíÆÚËÀÇ°Ö¢×´ÊÇʲô ÖÎÁƷΰ©ÍíÆڱȽϺð취 ÄļÒñ²ðﲡҽԺרҵ Õë¾ÄÖÎÁÆñ²ðﲡ Ôõô³¹µ×¸ùÖÎñ²ðﲡ ÄÑÖÎÐÔñ²ðïÖÎÁÆ ÇëÎÊñ²ðﲡ¿ÉÒÔ³¹µ×ÖÎÓúÂð ÂýÐÔñ²ðïÔõôÖÎÁƺà ñ²ðﲡÔõôÖÎÁƲÅÄÜÖÎÓú ±±¾©×¨¿Æñ²ðﲡҽԺ ñ²ðïÆ«·½×î¹ÜÓõÄÓÐÂð ñ²ðï³ÔÎ÷Ò©¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðï¼²²¡¶à¾Ã¿ÉÒÔÖÎÓú ·Î°©µÄÖÎÁÆÄÄÖÖ·½·¨×îºÃ ·Î°©µÄÖÎÁÆÄÄÖÖ·½·¨Ð§¹û×îºÃ ·ÎÁÛ°©»¼ÕßÓ¦¸ÃÔõÑùÖÎÁÆ ·Î°©ÖÎÁƵÄ×îм¼ÊõÊÇʲô Сϸ°û·Î°©ÓÐЧµÄÖÎÁÆ·½·¨ÓÐÄÄЩ θ°©ÍíÆÚÈçºÎÖÎÁÆЧ¹ûºÃ θ°©ÍíÆÚµÄ×îºÃµÄÖÎÁÆ·½·¨ÓÐÄÄЩ ¸Î°©ÍíÆÚ»á³öÏÖʲôÑùµÄÖ¢×´ ±±¾©Ö×ÁöÒ½ÔºÄļҺà ·Î°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ¸Î°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ±±¾©ÖÎÁÆθ°©µÄÒ½Ôº ±±¾©Ê³µÀ°©Ò½ÔºÄļҺà ֱ³¦°©ÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©½á³¦°©Ò½Ôº ±±¾©ÖÎÁƷΰ©×îºÃÒ½Ôº ±±¾©Ö×ÁöÒ½ÔºÄļҺà ±±¾©·Î°©ÄļÒÒ½ÔººÃ ·Î°©µÄÍíÆÚÖ¢×´ÓÐÄÄЩ ʳµÀ°©ÖÐÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ±±¾©ÄÔ̱ҽԺÄļҺà ±±¾©ÄÔ̱ҽԺ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÅÅÃû ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ½Ôº ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÄļҺà ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÅÅÃû ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÄļҺà ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ С¶ùñ²ðïÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ±±¾©ÄļÒÒ½ÔºÖÎÁÆñ²ðﲡºÃ ñ²ðﲡÈ˲»ÄܳÔʲô ñ²ðﲡÈËÄÜÉúº¢×ÓÂð ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ½Ôº ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ© ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡ»áÒÅ´«Âð ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ¶ùͯñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÅÅÃû ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÈ˲»ÄܳÔʲô ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©Ö×ÁöÒ½ÔºÄļҺà ·Î°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ¸Î°©ÍíÆÚÄܻÄê ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÈËÄÜÉúº¢×ÓÂð ±±¾©ñ²ðﲡר¿ÆÒ½Ôº ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº θ°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ñ²ðﲡµÄÖ¢×´ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡµÄÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÈ˲»ÄܳÔʲô ñ²ðﲡ»áÒÅ´«Âð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð Ô­·¢ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ÇàÉÙÄêñ²ðïÖÎÁÆ ¶ùͯñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð